Este website utiliza cookies
Estes cookies destinam-se a otimizar a sua experiência de navegação e perceber o modo como utiliza o website. Ao continuar a navegar, está a consentir na utilização dos cookies.
Poderá alterar as definições do seu navegador de Internet para desativar os cookies, mas esta ação poderá afetar a sua experiência neste website. Clique aqui para saber mais sobre os nossos cookies e como são utilizados.

ABBA

2014-04-09

OS ABBA COMEMORAM 40 ANOS COM 40 SINGLES

Abba

 

 

Em 2014, celebra-se o 40º aniversário dos ABBA no Festival Eurovisão da Canção, alcançada com o inesquecível «Waterloo». Um momento decisivo para o grupo, que os viria a tornar uma das maiores bandas pop de todos os tempos.

 

Ao longo de 2014, a Polar Music International vai assinalar esta data com diversos lançamentos. Além de «Deluxe Edition of Waterloo», também «ABBA Gold» vai ser reeditado numa versão especial, composta por 3CDs, incluindo uma seleção de lados B escolhidos e alinhados pessoalmente pelos ABBA. Depois, surgirá «ABBA – The Singles», uma soberba caixa de vinis, que reúne os 40 singles originalmente publicados entre 1972 e 1982.

 

 

"ABBA GOLD - 40TH ANNIVERSARY EDITION" 

No ano do seu 40º aniversário, é difícil recordar um momento em que a música dos ABBA não fosse uma banda sonora regular das nossas vidas diárias mas, quando o grupo se separou, em 1982, seguir-se-ia um hiato de 10 anos. Os ABBA foram praticamente banidos das ondas radiofónicas e os seus álbuns deixaram de ser impressos, desaparecendo das lojas.

 

«Convencemo-nos que estávamos acabados», afirma, hoje, Benny Andersson. «Pensámos que íamos receber alguns royalties em 1983, talvez ainda em 1984 mas depois disso? Nunca mais».

 

«Durante os anos 80, desaparecemos completamente», diz Björn Ulvaeus. «Na generalidade, não era porreiro gostar de ABBA. Se tivermos uma baixa auto-confiança, como eu, é difícil não pensar que tínhamos chegado ao fim».

 

Claro que, agora, toda a gente sabe que eles não podiam estar mais enganados – mas foi preciso aguardar até 1992 para que a música dos ABBA começasse realmente a renascer. Os U2 incluíram uma interpretação de «Dancing Queen» na sua digressão «Zoo TV» e quando os Nirvana, nesse ano, actuaram no Festival de Reading, o próprio Kurt Cobain pediu que um grupo de versões dos ABBA, os Björn Again, fosse a sua banda de suporte.

 

No mesmo ano, começaram a ser preparados dois filmes australianos, «Priscilla, A Rainha do Deserto» e «O Casamento de Muriel», ambos com canções dos ABBA como parte integrante do argumento. Mas o revivalismo dos ABBA, em 1992, teve o seu auge com um EP de tributo dos Erasure, que chegou ao topo das tabelas – foi, então, que a editora Polygram lançou a compilação «ABBA Gold», que chegaria às lojas no final de 1992, com «Dancing Queen» como canção de abertura.

 

Até agora, em todo o mundo, «ABBA Gold» já vendeu mais de 30 milhões de cópias e, no ano passado, no Reino Unido, ultrapassou «Sgt Pepper», dos Beatles, na listagem dos discos mais vendidos de sempre, onde se encontra na 2ª posição (o Número Um é ocupado por «Greatest Hits», dos Queen).

 

"ABBA - THE SINGLES"

Dos 40 singles em vinil que aqui podem ser encontrados, 31 foram planeados e concebidos pela editora sueca dos ABBA, a Polar Music, editados na Suécia e/ou no resto da Escandinávia: da estreia com «People Need Love» até hinos lendários como «Mamma Mia», «Dancing Queen», «Knowing Me, Knowing You», «Take A Chance On Me», «Chiquitita» e «The Winner Takes It All», culminando com o derradeiro single, «Under Attack». Os restantes 9 discos desta caixa foram apenas editados por etiquetas locais dos ABBA, espalhadas por todo o mundo.

 

Cinco desses singles são as versões alemãs de «Ring Ring» e «Waterloo», a edição francesa de «Waterloo» e as interpretações em espanhol de «Chiquitita» e «I Have A Dream» (que, aqui, responde por «Estoy Soñando»). «Honey Honey/Ring Ring», como foi editado na Alemanha Ocidental, em 1974, inclui uma remistura de «Ring Ring», que, por sua vez, foi lado A em singles da Grã Bretanha e Austrália. As outras três canções escolhidas são momentos que se tornaram muito populares ao longo das últimas décadas mas que, originalmente, foram editados em single apenas em alguns países: o português «Happy New Year»; o 12” britânico «Lay All Your Love On Me» (que, aqui, surge em formato 7”) e a edição australiana de «When All Is Said and Done».

 

Tanto a capa como a etiqueta de cada um destes singles são réplicas exactas dos objectos originais – apenas os 9 singles que, inicialmente, não foram publicados pela Polar Music surgem, agora, com carimbo Polar, cada um dos quais correspondente ao design que a editora usava na época destes lançamentos.  As capas desses singles foram, ligeiramente, modificadas.

 

Esta caixa comemorativa, que exibe a capacidade inigualável dos ABBA em assinar em êxitos memoráveis, vai ficar disponível em edição limitada.

 

Apesar de Agnetha Fältskog, Björn Ulvaeus, Benny Andersson e Anni-Frid «Frida» Lyngstad terem editado discos, enquanto grupo, anteriormente, a designação ABBA começou, apenas, a ser usada durante a fase da apresentação de «Waterloo». Formados em 1972, os quatro elementos acabaram por seguir caminhos distintos em 1982 mas, todos os anos, continuam a vender mais de 2 milhões de álbuns. Ao longo da sua carreira de uma década, editaram oito álbuns de estúdio, que ficaram marcados pelo seu crescimento e amadurecimento, enquanto compositores e intérpretes, assim como pela sua vida pessoal, bem conhecida do público. Hoje, o interesse na sua música mantém-se, talvez mais forte que nunca, à medida que toda uma nova geração de fãs é apresentada à sua obra através de filmes e de alguns dos mais bem sucedidos musicais de toda História, como «Chess» e «Mamma Mia!», que já foi visto por mais de 54 milhões de espectadores.


Disponível no 
iTunes, Spotify e Fnac. 

OUTRAS NOTÍCIAS

Abba

ESTE NATAL é POSSíVEL JOGAR MONOPóLIO COM OS ABBA

Abba

CONCERTO HISTóRICO EM WEMBLEY EDITADO EM CD E VINIL A 29 DE SETEMBRO

SOCIAL FEEDS
CALENDÁRIO